Estados Unidos

Pastora desperta de coma após igreja se unir em oração no hospital

Carol Waisanen descobriu que estava com câncer no útero e a enfermidade se agravou rapidamente, mas seu marido e sua igreja acreditaram no poder sobrenatural de Deus.

Zoom
Carol und Don Waisanen
Carol Waisanen deu uma palestra na igreja sobre "Enfrentando seus gigantes" no dia 7 de maio. Ela e seu marido, Don, compartilham tarefas pastorais na igreja 'Solid Rock Restoration', em Riverside, Califórnia.

"Quando toda a esperança humana desapareceu como uma possibilidade, Abraão colocou sua fé e esperança em Deus", declarou Carol naquela manhã em sua pregação. "Você já passou por um julgamento e sentiu que você estava cambaleando? Quando tudo parece impossível - morto - você ainda pode dizer que acredita no impossível? Como Abraão, todos enfrentamos nossos gigantes".

Na mesma noite, Carol começou a sentir-se doente. "Ela vomitou e achamos que ela sofreu intoxicação alimentar", disse seu marido, pastor Don. Sua condição continuou a deteriorar-se durante a semana.

No dia 12 de maio, Don se apressou em entrar com a sua esposa na sala de emergência do Hospital Kaiser, de Fontana. Depois de fazerem uma bateria de exames, os médicos retornaram com um relatório sombrio.

Carol foi diagnosticada com câncer de útero. O tumor teve um avanço rápido, criando um bloqueio no abdômen e desencadeando seus sintomas.

Com o passar dos dias, o estado de saúde de Carol continuou a piorar. No dia 19, ela foi transferida para a UTI.

"Todos os seus sinais vitais estavam se desintegrando rapidamente", disse o pastor Don.

O tumor havia triplicado, afetando outros órgãos. A pneumonia tinha entrado nos pulmões, afetando sua respiração. Ela tinha coágulos sanguíneos em suas pernas e outras infecções que ameaçavam sua vida. Seus órgãos vitais estavam fechando quando ela acabou entrando em coma.

"Sua condição era tão grave que os médicos só lhe deram 3% de chance de sobrevivência e chegaram a considerar que ela provavelmente morreria nas próximas 24 horas", contou o pastor.

A família foi aconselhada que já seria o momento de fazer preparativos para o seu funeral de Carol. Ainda assim, um pequeno grupo de intercessores da igreja deste casal de pastores se reuniu no hospital para orar na sala de espera, por sua líder enferma.

No dia seguinte, Carol foi transferida da UTI para a área cuidados paliativos, algo que indicava que o fim dela estava próximo.

Don continuou a ter fé que Deus poderia curar sua esposa. "Eu sei que isso parece impossível", ele disse aos no momento médicos, "mas continue dando-lhe água e alimento".

O pastor acreditava que o poder sobrenatural de Deus poderia ignorar suas circunstâncias desesperadas.

"Organizamos uma vigília de oração por Carol na noite de quinta-feira passada às 19h, 25 de maio", contou Don.

Ele encorajou as pessoas a espalhar pedidos de oração por e-mail e pela Internet e logo foi informado que cristãos do Canadá, Reino Unido, Nova York, Flórida, Texas, Nevada e em toda a Califórnia estavam oravando pela pastora.

Surpreendentemente - mais tarde naquela noite - Carol saiu do coma e começou a falar!

Durante as horas da vigília em oração conjunta, a pneumonia desapareceu e sua respiração normalizou. Seus outros órgãos começaram a funcionar corretamente.

"A vida voltou para Carol!", celebrou o pastor Don. Os médicos que acompanhavam a pastora também se sentiram tocados com aquele milagre, dizendo: "esta é a coisa mais incrível que já vimos".

"Esta é a história de cura mais incrível que já experimentei pessoalmente", confessou o pastor.

Don e seu filho estavam se preparando para um funeral, mas acabaram celebrando o retorno para casa em família, na última quarta-feira, 31 de maio.

"Nós acreditamos que Deus poderia intervir. Todos os sinais indicavam que o fim estava próximo. Ela não morreu, mas vive para declarar as obras do Senhor", diz ele.

"Eu acredito que ela estará bem em casa", continuou o pastor. "Em casa, ela terá paz e tranquilidade. Penso que é importante ressaltar que ela ainda está em condições frágeis de saúde. Estamos acreditando em Deus, apesar do prognóstico médico, que haverá cura e restauração de forma completa".

Em sua última mensagem, "Enfrentando seus gigantes", Carol disse: "Quando enfrentamos um novo julgamento, muitas vezes é um sinal de que estamos entrando em uma nova dimensão. Deus usa o julgamento como uma preparação para uma nova coisa por vir".

"Isso também serve para mim hoje. Há um tempo de transição. Há um tempo de espera. É como esperar pela cura. Às vezes você obtém cura milagrosa e às vezes passa por um processo de recuperação", disse ela.

Fonte: guiame.com.br


Este artículo le podría interesar

Estados Unidos
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tomou mais uma medida prometida em campanha e anunciou que irá revogar termos do acordo estabelecido...
Estados Unidos
Carol Waisanen descobriu que estava com câncer no útero e a enfermidade se agravou rapidamente, mas seu marido e sua igreja acreditaram no poder...
Suiça-Basel
Nos dia 26 e 27 Maio será realizado em Basel o Congresso para Mulheres Jardim Secreto. Que contará com a presença das palestrantes:
Pastores admitem que igrejas têm problemas, mas destacam benefícios de congregar; Assista. Movimento dos desigrejados - e os problemas que os geraram...

Publicidad

    Publicidad